15 de outubro de 2014

Diego Petrarca em Nonoai

Recebemos o seguinte relato do escritor Diego Petrarca sobre sua visita à Escola Estadual Maria Dulcina, em Nonoai:


"No dia 9 de outubro, visitei a Escola Estadual Maria Dulcina, na cidade de Nonoai, através do projeto Autor Presente, promovido pelo Instituto Estadual do Livro. Nessa quarta visita do autor ao projeto, uma bela recepção e entendimento do que significa uma escola com a equipe integrada e comprometida com a educação, desde o corpo docente, direção e equipe pedagógica. Integração e harmonia e alunos interessados, elementos fundamentais para o processo educativo. Falar de poesia e literatura foi muito fácil num ambiente assim receptivo. 

Os nomes de Juliane Bonfantti Lampugnani (setor pedagógico) e Nelso dos Santos (direção) também são responsáveis pela Escola Maria Dulcina ser um ótimo lugar de atuação para o professor. Vale destacar a produção de um poema que um dos alunos do quinto ano criou motivado pelo poema Cabelos Molhados (escrito pelo visitante e trabalhado pela professora Maria Clotilde) e fez questão de me entregar. 


As atividades na escola foram: bate papo com o ensino médio e quinto ano sobre poesia e criação e pela tarde uma oficina de textos criativos para outros alunos do ensino médio. O histórico da escola e coisas sobre a cidade foram detalhadas ao autor durante sua visita pela equipe da escola. Parabéns ao projeto Autor Presente  por gerar esses encontros e essas trocas em que a educação e a literatura se integram de modo ainda mais explícito e comovente."







25 de setembro de 2014

Christian David em Capão da Canoa

Fotos do encontro com o escritor Christian David, realizado no dia 24 de setembro, no Instituto Estadual Riachuelo, em Capão da Canoa.









Angélica Rizzi em Ijuí

           A escritora gaúcha Angélica Rizzi esteve presente na XI feira do livro da Escola Pedro Maciel do Itaí, que se realizou na terça-feira, 23, das  8h30min  às 16h nas dependências do Pavilhão da Igreja Católica do Distrito do Itaí-RS, do município de Ijuí-RS.
           Angélica convidada pela diretora da escola a Sra. Verani Isabel Bonatto da Silva dentro do projeto Autor Presente, do Instituto Estadual do Livro,  conversou com os alunos e a comunidade sobre a importância da leitura, sobre sua trajetória literária e suas obras nos seus doze anos de carreira.
            A escritora também apresentou a contação de histórias de um dos seu livros adotados pela escola a obra Manoelito o palhaço tristonho, que tem escrita de sinais para surdos, é bilíngüe, tem ilustrações para colorir: deixando as mensagens da importância da leitura, da amizade, da sustentabilidade, da inclusão e da alegria de viver.
        Angélica agradeceu o convite da Escola Pedro Maciel e a iniciativa do Instituto Estadual do Livro - IEL, através do projeto Autor Presente, que faz a ponte entre escritores e leitores.

           A escritora também deixou a seguinte mensagem:

“Eu comecei na infância a apreciar os livros. E, aprendi, com Monteiro Lobato, à descrição de um ambiente e a verossimilhança que provoca o efeito visual no leitor. Aprendi que essa riqueza de situações, o lúdico e a inocência deste estilo literário, mais a proximidade com o público leitor de todas as idades, são uma fonte de grandes descobertas para um artista do universo das palavras, isto é, os pequeninos, os jovens, os adultos, os idosos nos ensinam sempre; cabe ao artista estar sempre vivenciando e observando a vida.Pois, as pessoas são sua maior riqueza, e as crianças um tesouro, para que sua obra perdure e se perpetue sendo um canal  interativo, reflexivo e de conhecimento para todos”.





22 de setembro de 2014

Leticia Möller em Porto Alegre

Veja que belo trabalho realizado pelas professoras e alunos da Escola Estadual Itália, de Porto Alegre. O encontro foi com a escritora Letícia Möller.


19 de setembro de 2014

Ari Riboldi em São Marcos

Recebemos o seguinte relato do escritor Ari Riboldi sobre sua participação no projeto Autor Presente:

"Meu Dia de Autor Presente:

   Fiquei feliz por ter sido o autor escolhido pela Escola Estadual Orestes Manfro, de São Marcos, dentro do Projeto Autor Presente - edição 2014 -, do Instituto Estadual do Livro. Fiquei ansioso, esperando o dia para me encontrar com os alunos da 5ª, 6ª, 7ª e 8ª série. Será que eles gostaram de meus livros? Será que foram estimulantes para que apreciem mais ainda a leitura? Será que despertaram a criatividade para produzirem outros textos? Eis que chegou o dia 17 de setembro, data do encontro. Eu não conhecia a cidade, não conhecia a escola nem alunos e professores. Era tudo novo.
   Na prática, fui eu quem recebeu um inesquecível presente. A escola realmente valoriza o projeto. A direção, a bibliotecária, as professoras de Língua Portuguesa e demais professores, todos se envolveram na atividade. Os alunos poderiam ter feito uma simples leitura dos meus 5 livros e nada mais. No entanto, não foi o que ocorreu. Eles fizeram a leitura e produziram vários trabalhos. Significa que, sob a orientação de dedicados e qualificados professores, os estudantes leram e fizeram uma nova leitura dos textos meus. Esse é o segredo de criar novos leitores e prepará-los para aperfeiçoar a fala e a escrita.
   Encontrei um bode gigante de papel, semelhante ao da capa do meu livro "O Bode Expiatório 2". Nele, fotos representativas de quem sofre preconceitos ou representa os "bodes expiatórios" da humanidade. Muitos cartazes pelas paredes com frases, expressões, termos e ilustrações, sempre com inspiração nos livros lidos. Não foi só isso: as turmas apresentaram duas peças breves de teatro, um vídeo com a filmagem, narração, comentários de todos os personagens de um jogo de futebol - jogadores, narrador, comentarista, técnicos, torcedores -, com a linguagem específica do futebol, tomando como base o meu livro "Cabeça de Bagre", termos, expressões e gírias do futebol. Recebi deles dois livros com produções textuais: a) "Produções textuais baseadas nas obras de Ari Riboldi" - 25 textos de elaboração individual ou de dupla com narrativas que inseriram expressões de meus livros; b) "Expressões de São Marcos" - um dicionário de termos e expressões características do município de São Marcos, com ilustrações, um trabalho de pesquisa sobre a linguagem da população local.
     No horário das 8h30min às 10h, conversei com os alunos da 5ª e da 6ª séries; das 10h30min até o meio-dia, foi a vez das turmas de 7ª e 8ª série. Pude dar o meu recado com a maior tranquilidade, pois estavam todos animados para conhecer o autor. A diretora, a bibliotecária e as professoras das turmas também eram atentas ouvintes. Vivi momentos de imensa alegria, de orgulho e de gratificação. Autografei livros, autografei cadernos, autografei cadernetas, papéis avulsos. Eu me senti como se fosse um grande escritor, tal foi a receptividade, a atenção, o interesse e o entusiasmo deles. Fizeram muitas perguntas. Fui brindado pelas cenas de teatro, pelo vídeo e pelos dois livros de produção de textos.
     Em toda a manhã, contei com o apoio, a atenção e a presença da diretora, da bibliotecária e das professoras. Todas prestigiaram do começo ao fim o meu encontro com os estudantes. Foi um dia gratificante, em que senti o quanto vale a pena escrever. Como é bom sentir o trabalho da gente valorizado, bem utilizado pelos professores. Fui o Autor Presente, mas a escola me deu o maior presente do ano, com o sorriso e alegria dos alunos, com a atenção e o entusiasmo dos professores, com os trabalhos que pude ver e receber. Uma escola pública bem organizada, com alunos receptivos, leitores e com extrema criatividade. Isso não acontece gratuitamente. Com certeza, é o fruto de uma comunidade escolar comprometida, com professores dedicados e bem preparados para a sua função. Passei uma manhã de emoções e de realizações. Um fato que me chamou a atenção: todos os estudantes usando o uniforme da escola.
    Para mim, foi um feliz e emocionante encontro. Saí de lá leve, contente, realizado e com um propósito: quero voltar para rever alunos e professores.

    Meu abraço e minha gratidão à comunidade da Escola Estadual Orestes Manfro!"




10 de julho de 2014

Kalunga em Salvador do Sul

Fotos da visita do escritor Kalunga à Escola Estadual de Ensino Fundamental Arthur Weimer, no município de Salvador do Sul. O encontro foi realizado mês passado por meio do projeto Autor Presente, do Instituto Estadual do Livro.

27 de maio de 2014

Edna Lautert em Nova Esperança do Sul


Relato da escritora Edna Lautert sobre sua participação no projeto Autor Presente:


"Dia 20 de maio, vivemos mais um dia de atividades programadas pelo Instituto Estadual do Livro (IEL) no projeto AUTOR PRESENTE. A escola visitada foi o Colégio Estadual Benincá, no município de Nova Esperança do Sul, região central do estado. Professores e os mais de 420 alunos do educandário estudaram as obras desta autora, contidas no livro "O Fantasma do Casarão" e no conto Infantil "As Aventuras da Baratinha Lelê". O resultado foi um auditório cheio com a exposição dos trabalhos feitos pelos alunos em sala de aula, além da apresentação de um curta gravado pelos alunos no município, baseado na obra "A Primeira Vez no Cinema". Também ocorreu a apresentação de três peças teatrais com as obras "Estação das Flores", e "As Aventuras da Baratinha Lelê".


Foi um dia especial para mim. Mais uma vez, recebi o carinho das crianças de nosso estado, que valorizam a literatura, leem nossos livros, programam-se para fazer grandes coisas com o nosso futuro: um futuro com leitura, com imaginação, com alegria e afeto. Obrigada ao IEL por ter novamente me proporcionado esta oportunidade. Obrigada aos professores do Colégio Benincá pela dedicação com os trabalhos apresentados e pelo esmero em cada detalhe do cenário e do evento. E obrigada aos alunos de todas as séries pelo empenho, pela participação nos diálogos e construção de uma sessão de Autor Presente que com certeza fará parte da minha história. Que venham muitas e muitas oportunidades como esta. Um beijo no coração!"